segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Igreja Católica e o Casamento Homossexual

Já falei sobre este tema aqui e em mais alguns posts.

Mas há uma coisa que me chateia, e que eu vejo ser claramente posta em causa todos os dias.

( não, não é a família )
( não, não é a moralidade )
( não, não é a destruição de valores)

É, isso sim, o direito à felicidade, o direito à dignidade e o direito às escolhas livres.



Ora, como é que uma instituição, que proclama uma mensagem de amor ao próximo, vem negar a felicidade deste?



é algo que me assusta.




Ouvi, esta semana, argumentos já sobejamente conhecidos de todos nós.

- A família é entre um homem e uma mulher.
- A principal função da familia é a procriação. ( como se todos os casais heterossexuais tivessem filhos .)
- É imoral e condena a sociedade portuguesa.

- "A biblia diz claramente que isso é um pecado mortal"



Ora, ouvindo este último, fui pesquisar.

E de facto assim o é. Ora vejamos Levítico 18, 22.

"Não te deites com um homem como se fosse uma mulher: é uma abominação."


No entanto, o mesmo livro ensina como esquartejar um animal vivo, da forma mais desumana possível, e não vejo nenhum sacerdote a manchar o altar com sangue animal.

O mesmo livro diz que a menstruação é uma coisa hedionda, digna do próprio diabo, e no entanto, nunca ninguém me disse que iria para o inferno, ou que ficaria impura até à tarde.

O mesmo livro afirma que as mulheres devem ser submissas e pertencer aos homens, e no entanto, andamos à anos a lutar por direitos.

O mesmo livro diz que é proibido comer porco e coelho, e tanto quanto sei, nenhum membro da igreja católica está proibido de comer estes animais.



Logo, não poderiam, fazer um ligeiro update, numa igreja que penso, estar um pouco caducada?

____

Este tema ainda vai dar imenso que falar este ano, e penso que voltarei a falar sobre isto.

Bom, em jeito de final, e pegando nas palavras do padre mário de oliveira:

" Enquanto houver um homossexual excluído, não seremos verdadeira humanidade"




****

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

can you feel my love buzz?

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Poemas na rua estreita (3)

O caderno ( ou poema branco)

"O meu caderno está coberto de versos,

diversos,
todos eles, espalhados,

cantados,

em cima de mim.

Mas...

nenhum deles corresponde, no entanto,

e muito menos caracteriza, portanto,

a verdadeira agonia que me trespaça a alma..."

(10/02/09) M.D.A

domingo, 8 de fevereiro de 2009

Fado, Fado, Fado

Depois Disto...Desisto
por Amália Rodrigues

"Tantas coisas que já li
Outras tantas que vivi
Fazem de mim o que sou
Ai se eu tivesse esquecido
Tudo o que tenho vivido
E o coração decorou

Tudo é questão de memória
É o nosso pensamento
Que a vida nos vai passando
A memória faz história
Do que foi cada momento
Que nós vamos recordando

Isto da alma é segredo
Ninguém sabe desvendar
Os porquês de tudo isto
Sabemos que tarde ou cedo
Iremos a enterrar
E depois disto...desisto"





segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Reaching the nirvana

dois de fevereiro de 2009



hoje o céu estava azul, o dia lindo, o ambiente harmonioso!


perfeito, perfeito, perfeito.



Se havia problemas? Havia! Se eles eram meus? Eram!

E daí?!

Que se lixem os problemas porque hoje,

eu decidi,

que o dia havia de ser lindo, que o sol brilharia e que tudo seria perfeito!

___