sexta-feira, 24 de setembro de 2010

wie

gostava de cair, cair de uma ponte alta, simplesmente deixar-me cair, conseguir visualizar a minha queda e aproveitar todos os segundos que ainda restam.

morrer a ouvir o som das lagrimas a escorrerem dos teus olhos, dos teus olhos tristes, outrora risonhos que se deleitavam, quando olhavam para mim.



quinta-feira, 23 de setembro de 2010

espera

Quando a espera se torna hábito, ganhamos uma espécie de resistência nos músculos..

bloco de pedra, bloco de pedra..

impede-nos de agir..

mover o corpo..

interagir,

até olhar, para o mais simples dos mortais, que se cruza connosco.

esperar, esperar, esperar, esperar

- esperas por alguém?

- não.

- esperas por algo?

- não.

- que o tempo porventura passe?

- não.

- então?! Então porque esperas?

- espero por mim. espero regressar. aguardo com toda a paciência, o meu regresso do universo dos pensamentos perdidos.

sábado, 18 de setembro de 2010

18092010

se pudesse..

se pudesse odiava-te

se pudesse enervava-te

se pudesse ...

bem se pudesse, beijava-te, bejava-te neste momento

até que todos os nossos sentimentos se unissem num só.

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

fome

tenho fome de ti
e mais não te posso dizer
porque ao dizer-te cairia
na tentação de morrer

por ti

e em ti.

sim, há muito que é dia
não é a toa que o digo
porque as horas voam entre os dedos
quando estou nas horas contigo.

e ao longe o vento voa
flores amarelas à leve brisa
de manhã

Ah! Já é de manhã.
a noite foi nossa, porém nossas
vozes eclodem numa ligeira ameaça
porque o dia voltou
mudou
assim como nós
especimes estranhos provindos
de um mundo diferente
deveras decadente
do qual nos expartiaram
para aqui
e aqui é dia
e o dia nunca foi a nossa rua.

tenho fome de ti
mas há muito que não temos casa
nem tão pouco paciência
insistência
para matar a fome
de nós
e de mim.

porque eu
também,
posso ter fome.

e ela disse:
se tens fome come
e eu comi
sabendo também
que ao comer
ficaria a saber
que já não terias
fome de mim.

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

entretanto..

"I know who I want to take me home"

resposta?

eu.


:)

terça-feira, 7 de setembro de 2010

go to heaven

sábado, 4 de setembro de 2010

apeteceu - me partilhar

acho uma metáfora bem consistente nesta música:


Odeio

contradições.

assim bem presentes e com grande frequência.

Nem sei bem o que pensar quando as vejo.

well

nao penso.

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

child